Baixo nível do Rio Grande afeta economia de pescadores de Colômbia e região


Foto – Nível das águas do Rio Grande em Colômbia 


O baixo volume das águas do Rio Grande está afetando os pescadores ribeirinhos que sobrevivem exclusivamente da pesca profissional na região de Colômbia, Guaraci e outros municípios banhados pelas águas da Usina Hidrelétrica de Marimbondo. Segundo a bióloga Maria Inácia Macedo Freitas, com a mudança do ecossistema da região, e como baixo nível de água sendo represado, os pescadores estão tendo realizar a pesca com outros equipamentos e andar longas distâncias em busca do pescado. “Em anos anteriores, os pescadores conseguiam se manter neste período de seca, já que havia reserva de água. Com a pandemia diminuiu o consumo, pelo fato dos estabelecimentos estarem fechados e somado a isso, a pesca se tornou mais difícil que muda de acordo com as condições do nível da água”, explicou Maria Inácia. 

Segundo a bióloga, diante dessa realidade, muitos pescadores estão passando por grandes dificuldades e estão buscando apoio da Prefeitura de Colômbia, já pagam aluguel e outras despesas para sobreviverem.