Foto – Aplicativo lançado pela Polícia Civil

Preocupada com as ocorrências de estelionato, a investigadora Bárbara Camapum, da Central de Polícia Judiciária (CPJ) de Presidente Prudente, encontrou um meio de prevenir esta modalidade criminosa. A policial criou um aplicativo para celulares ou tablets com informações sobre os tipos de golpes e como preveni-los.

A investigadora colocou em prática o projeto em janeiro deste ano, criando uma cartilha virtual com parcerias locais.  A iniciativa foi super bem aceita e chamou a atenção de outros estados brasileiros.

Nomeado de "Golpe? Tô Fora!", a ferramenta está disponível, por enquanto, apenas para o sistema operacional Android, por meio da Play Store, e tratativas estão em andamento para que possa ficar disponível para o iOS. No aplicativo são disponibilizadas informações sobre 12 tipos de golpes. São eles: golpe do bilhete premiado; do falso sequestro; do parente com carro quebrado; da falsa clonagem de cartão bancário; do intermediador de vendas; do WhatsApp hackeado; do falso boleto; do falso site; do falso fiscal; do falso namorado (a); da troca de cartão; e do novo coronavírus. Ao clicar em cada um dos crimes, o usuário tem acesso ao modus operandi do criminoso e orientações de como não cair no golpe.